SCLRN 703 - W3 Norte, Bloco "D" Nº 51 - Sobreloja CEP 70730-514 - Brasília - DF  (61) 3328-0780 - falecom@etudeseasons.com.br

 

  • White YouTube Icon
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
 
63D96DDF-185F-4836-8F74-35EAA3953ABB.png
 

A ESCOLA 

BALLET ETUDE SEASONS - BES

Fundada em 1979 pela professora e coreógrafa Maria do Carmo Poggi (mentora da Royal Academy of Dance, de Londres) em Ribeirão Preto-SP, com o nome de Ballet Dacai, a escola veio para Brasília no ano de 1995 e em 1997 mudou de nome para Ballet Etude Seasons - BES. O nome é uma homenagem às escolas francesa (étude = estudo) e Inglesa (seasons = estações) – Estudo em estações: a programação da escola é dividida nas 4 estações do ano.

 

O motivo da homenagem à França e à Inglaterra é porque foi na França onde se instalou o primeiro centro de ballet do mundo pelo Rei Luis XIV, consumado bailarino. Os nomes dos passos são mundialmente conhecidos em francês. Já quanto à Inglaterra, devido à parceria que a diretora Maria do Carmo Poggi mantém com a Royal Academy of Dance há mais de 35 anos. A Royal Academy of Dance foi fundada em 1920 com o nome de Association of Teachers of Operatic Dancing por cinco professores, cada um representando uma escola diferente: Escola Dinamarquesa, Escola Russa, Escola Italiana, Escola Francesa e Escola Inglesa.

 

O objetivo principal do BES é preservar e aprimorar o padrão de ensino da dança. Com muito amor e dedicação, a Escola com humildade mostrou o seu trabalho. Esse esforço gerou vários frutos, como premiações, convites para apresentações em eventos, o reconhecimento do público e o principal, a satisfação dos nossos bailarinos.

 

Para contribuir com o desenvolvimento técnico e experiência dos alunos, a escola ainda oferece, entre outros:

 

 

  • Exames da Royal Academy of Dance;

  • Espetáculos no Teatro Nacional e outros palcos;

  • Concursos, cursos e festivais;

  • Audições;

  • Apresentações em eventos;

  • Viagens Internacionais 

BENEFÍCIOS

BENEFÍCIOS DO BALLET CLÁSSICO E A IMPORTÂNCIA DE SE ESTUDAR EM UM ESCOLA DE BALLET

Transmitir a técnica clássica não é uma tarefa simples de se cumprir. Ter passado pela preparação e treino para se tornar um bailarino não é o único requisito para se tornar um bom professor.

 

Além do estudo da técnica – que evolui e se recicla constantemente – o professor de Ballet deve entender as condições físicas de cada aluno e trabalhar a melhor maneira de passar os exercícios; ele deve estar sensível às nuances psicológicas de cada criança, se policiando para não suprimir sua espontaneidade e ao mesmo tempo não subestimar a capacidade intelectual própria de cada idade.

 

Assim como em todas as profissões, um professor nunca deixa de aprender, e é por isso que deve sempre contar com um mentor. Por prezarmos pela qualidade de ensino e pela experiência positiva que esperamos passar para os nossos alunos, o Corpo Docente do Ballet Etude Seasons tem reuniões constantes com a Diretora Maria Poggi, que juntos geram instruções claras e valiosas que atuam como manutenção, reciclagem e atualização da técnica e da boa convivência com o aluno.

 

A grande vantagem de estudar ballet em uma Escola é o comprometimento com o futuro do aluno, independente do desejo dele de se profissionalizar bailarino ou não. Uma Escola se preocupa com o desenvolvimento de curto, médio e longo prazos, levando em consideração o Ballet como arte e não somente como atividade física.

 

Comentário de uma mãe sobre os benefícios do ballet clássico:


" Acredito que é parte da educação de uma criança. O ballet ensina disciplina pessoal e desenvolve o gosto e apreciação da música, desde muito pequeninos”.​​


Esses são os benefícios para o aluno. Mas que benefício têm os pais na escolha do ballet como atividade extracurricular para o filho?

Sobretudo, o ballet clássico atua diretamente no desenvolvimento de diversas habilidades na criança.

 

Sociabilidade e novas amizades

Disciplina física, controle e conhecimento de seu corpo.

Confiança no corpo e na mente

Boa postura e flexibilidade

Musicalidade, ritmo e controle dos movimentos

Envolvimento com formas de arte que se associam ao ballet, entre outros benefícios abstratos e próprios de cada vivência.

 

O estímulo proporcionado pelo ballet é integrado, de modo que a criança absorve os ensinamentos sem resistência. É uma atividade que pode ser feita por qualquer criança que queira experimentar o prazer do movimento.

 

O Ballet Clássico consiste de três elementos inter-relacionados: Técnica, Música e Atuação. Os estudantes adquirem disciplina da mente, do corpo e do espírito. É uma das mais belas formas de expressão artística e um poderoso meio de expressão individual, o que sem dúvida contribuirá para os outros aspectos de suas vidas.

 

O objetivo é que esta seja uma experiência muito agradável para toda a família, que têm a oportunidade de compartilhar a conquista dos objetivos e acompanhar o desenvolvimento da criança que cresce com confiança e maturidade.­­

DIREÇÃO

MARIA DO CARMO
MARIA DO CARMO
MARIA DO CARMO
Maria do Carmo Poggi 

Maria do Carmo Poggi é bailarina e coreógrafa sob o DRT nº 28910/90, registrada em São Paulo. 


Cursou ballet clássico e piano, diplomando-se no Conservatório Dramático e Musical Carlos Gomes, na cidade de Ribeirão Preto, S.P; é diplomada pela Escola Municipal de Bailados de São Paulo; certificada pela Royal Academy of Dancing, em Londres, tendo participado da Assembly for Teachers; cursou Classical Ballet Classes no Centre de Dance International Rosella Hightower, França; diplomada em Educação Física pela UNAERP, com pós-graduação em ginástica rítmica; pós-graduação em Psico-Dança pela U.S.P; Participou do I e II Congresso Nacional da Dança e do I Congresso Sul Americano da Dança, no Rio de Janeiro; cursou também: Sapateado, Afro-Jazz, Dança Espanhola, Jazz, História da Arte e da Dança, Expressão e Comunicação corporal, Fisioterapia e Parapsicologia; foi proprietária e Diretora Artística da Escola Arte e Cultura Ballet Dacai, de Ribeirão Preto.

 

Foi bailarina formal do corpo de baile do Conservatório Dramático e Musical Carlos Gomes, tendo se apresentado no Teatro Municipal de Ribeirão Preto e no Teatro Pedro II. Foi bailarina solista, partner de Carlos Aguero; Concerto de Saint Prex; Morte do Cisne; Kitri, em Dom Quixote; Grandes Cisnes, em O Lago dos Cisnes; Rainha da Neve, em O Quebra-Nozes; solista em Grande Tarantela, em São Paulo entre outros.

 

Maria do Carmo é Mentora da Royal Academy of Dance, formando novos professores registrados e filiados à RAD, do DF e entorno, orientando através do programa intensivo Certificate in Ballet Teaching Studies;

 

É diretora do Ballet Etude Seasons e ensaiadora do Corpo de Baile da escola.
Criou coreografias que foram aprovadas para apresentações no Disney Performing Arts, em Disney Springs, e Universal Stars Performance Program, na Universal Studios, em Orlando. Em 2013, suas coreografias passaram na seleção do Tanzolymp, em Berlim e, por intermédio de Maria, os bailarinos tiveram acesso a workshops com Nina Ananiashvili e Vladimir Malakhov e, em Londres, proporcionou  aulas junto a Royal Academy of Dance e workshop na Pineapple.

 

Coreografias, figurino e cenografia premiados em Brodowski, no Festival Clássico e Folclórico; recebeu a Homenagem ao Desempenho Artístico em Ballet Clássico em 2º lugar duas vezes e em 1º lugar, em Ribeirão Preto – SP; seus alunos conquistaram premiações e participações em diversos festivais do Brasil, como Dançaraxá, Dança em Caldas, Passo de Arte e Festival de Dança de Joinville.

 

Ministrou cursos de Ballet Clássico, Ballet Moderno,Terminologia e Codificação, Conhecimentos Biopsíquicos Aplicados à Dança, Expressão Corporal, Dança Moderna, Anatomia e Fisiologia na Escola Artístico Cultural Pirassununga; foi professora de ballet clássico como reforço para alunos da Escola Maria Olenewa, no Rio de Janeiro. 

 

Realizou apresentação em parceria com o Projeto Casa sem Porta, no Rio de Janeiro; idealizou o Projeto Arte Para Todos, em Brasília, projeto de cunho social que teve 4 edições. 

 

Teve como principais mestres Joshey Leão e Marília Franco, primeiros bailarinos do Teatro Municipal de São Paulo; Jean Marie Dubrul, Ana Lazaro, Jacques D’Amboise, Sir. Anton Dolin, Renan Costelon, Eduardo Sussena, Aracy Evans e Ricardo Ordones.

CORPO DOCENTE

JÉSSICA MERINO

 Professora 

Royal Academy of Dance - RAD

Registred Teacher

Letícia Capobianco
Professora 
Giulia Meles
Professora 
THAMIRES RIECHELMANN

 Professora 

Royal Academy of Dance - RAD

Registred Teacher

Déborah Andrade

Professora 

Bárbara Albuquerque
Professora 

TURMAS

Atenção

 

As idades indicadas para cada nível são relativas. Somente após a aula experimental o aluno será devidamente direcionado pelo Professor a compor a turma que melhor lhe servir, levando em consideração as nuances técnicas e os horários disponíveis.

ESPETÁCULOS

Os espetáculos de final de ano são sempre ballets de repertório ou musicais adaptados para nossos alunos com finalidade didática e produção altamente profissional.

EVENTOS 

O EXAME

ROYAL ACADEMY OF DANCE

O treinamento de Ballet Clássico com a Royal Academy of Dance abre um leque de oportunidades para os estudantes. Para você que quer um exercício físico que também lhe dá possibilidades artísticas, ou se quer seguir carreira na área de dança, as aulas de ballet com um professor registrado pela Academia são o que você precisa para atingir seu objetivo.

 

Os Exames oferecem aos estudantes o desafio de mostrar o seu entendimento do trabalho desenvolvido. Eles podem ser feitos por todos os estudantes que estejam tomando aulas dos Syllabus de Graded ou Vocational e o conhecimento é avaliado com relação a cada nível em questão.

 

O candidatos aos Exames serão aprovados se o nível requerido for alcançado. O examinador dará então uma nota , baseada na apresentação daquele dia, de acordo com os critérios estabelecidos. Os candidatos recebem um formulário de notas, que pode ser facilmente entendido através dos Critérios de Notas e um Certificado,diretamente de Londres.

 

Os estudantes devem atingir os níveis estabelecidos para cada grau desses métodos e assim passar para o próximo.

Eles oferecem:

 

  • Objetivos claramente definidos e diferenciados para cada nível.

  • Um plano global que indica os estágio evolutivos.

  • O escalonamento de notas dadas pelos diversos graus de habilidade.

 

 

FALE COM

 
 
 
 
 
 
 

Ballet Etude Seasons

SCLRN 703 - W3 Norte,  
Bloco "D" Nº 51 - Sobreloja

CEP 70730-514 - Brasília - DF 

 

falecom@etudeseasons.com.br

 

Tel:  (61) 3328-0780
Fax: (61) 3328 0780